Jovens arapiraquenses inauguram portal literário LeroWhite




E se Deus não cuidasse mais dos bêbados e das crianças? Como seria?! É bem isto o que propõem três amigos arapiraquenses ao construírem um portal literário para justamente desconstruir muita coisa.

O produtor cultural e músico Januário Leite, o “Janu”, a estudante de Engenharia Química, Vanessa Daiany, e o projeto de jornalista Breno Airan jungiram forças corporais e mentais para erguer o que eles chamam de LeroWhite.

A bem da verdade, os nordestinos falam bastante essa expressão, quando se referem a “conversa mole”, “conversa pra boi dormir”, “migué”, enfim, leruaite.

“E se tudo que a gente sabe hoje fosse um grande migué? E se nos ensinaram erradamente e omitiram muita coisa? Bem, vamos criar nossas versões dos fatos com a liberdade poética que nos foi dada ao nascer”, diz Janu Leite, que publicou no portal – hospedado por enquanto apenas na rede social Facebook – um conto onde expõe quadras inéditas em que Nostradamus advinha quem ganharia a primeira edição do Big Brother Brasil (BBB). Sim, o velho Nostra previu o Kleber Bambam.

Como se notabiliza, cheio de acidez, sarcasmo e folia literária, o portal LeroWhite foi ao ar no última dia 31, um dia após o aniversário de 90 anos de Emancipação Política de Arapiraca, e já alcançou cerca de 500 curtidas em sua página oficial com textos de apresentação dos três integrantes, um especial de Halloween e outros escritos pungentes.

“Acho que vem na água, essa poética arapiraquense. Parece que nós, naturais dessa terra, estamos fadados a ter uma percepção diferente sobre as coisas ao redor. Deve ser a água... A gente nasce inquieto, como se quisesse saltar do corpo, e, tenho que dizer, inquietude é um radar natural”, comenta Vanessa Daiany sobre o escrever constante e a respeito da criação do portal.

Retomada de estilo

Com o advento da internet, muitos blogs nasceram feito fonte de água cristalina, mas nem tantos duraram muito tempo. Isso foi um grande aporte para o retorno do formato de crônicas por parte dos escritores. “E um dos pontos é este: o LeroWhite não vai se restringir, se fechar. Criamos esta página para justamente brincar e brindar com o que ulula no cotidiano; haverá crônicas, contos, poesias, tudo sobre a pregnância das coisas”, diz Breno Airan.

E continua: “Mas ele não vai ficar só nisso. Nossa pretensão é criar um blog e um aplicativo para ficar mais fácil acessá-lo, lê-lo, experimentá-lo em todos os seus vieses. Esperamos com sinceridade que este seja um momento de ebulição da literatura em nossa cidade – com quem sabe outros projetos surgindo –, pois já vemos os pauzinhos se mexendo quanto ao jornalismo literário, a exemplo do excelente portal Vidas Anônimas”.

Ele citou a chegada da Livraria Adapter, após um ano de Arapiraca permanecer no limbo, sem qualquer empreendimento do tipo, e a reforma da Casa da Cultura – que em breve contará com um Café Literário – para esta inadiável retomada na produção do setor das letras.

Com efeito, o trio tem certo contato com o meio das letras. Este último, Breno Airan, recentemente teve dois aforismos seus compondo o livro “É Duro Ser Cabra na Etiópia”, da escritora e atriz Maitê Proença. O produtor cultural e músico Janu Leite já recebeu menção honrosa no Concurso de Poesia Mendonça Neto e teve publicações suas nas antologias poéticas Diário do Escritor 1 e 2 e o pedido da editora Litteris para utilizar uma letra de uma canção de sua autoria numa futura antologia literária. Por sua vez, Vanessa Daiany tem três poemas publicados também numa antologia, desta vez pelo Concurso Maria das Neves de Poesia.

A equipe não se restringe a eles três – ainda há o abalroamento dado pelos digital retoucher Allan Carlos Silva e designer Victor Hugo Brito. O primeiro, que fez a logo do portal, recentemente foi destaque na revista Adobe Photoshop britânica. Já Brito, está fazendo a capa da página da rede social deles e orientando na identidade visual do projeto, no que também concerne ao futuro blog e app. 

“Eles são os nossos ‘Storm Thorgerson’, tenham certeza”, brinca Vanessa Daiany, referindo-se ao idealizador dos conceitos de várias capas da banda Pink Floyd.

Em suma, Janu deixou de delongas e currículos e pontuou: “O LeroWhite será esse cantinho de registro tecnocomportamental, em meio a um futuro retrógrado e cheio de contradições lisonjeiras, onde tudo e nada serão pauta”.

Para acessar o portal, basta apenas estar conectado ao Facebook e clicar no link a seguir: facebook.com/lerowhiteVoilà!


Por: Assessoria 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2018