Prefeita garante estrutura para gasoduto em Arapiraca

A prefeita Célia Rocha (PTB) esteve reunida, na manhã desta quarta-feira (28), em seu gabinete no Centro Administrativo Municipal, com o presidente da Algás, Geoberto Espírito Santo, e diretores da empresa estatal.

O superintendente da SMTT, Ricardo Teófilo, e o presidente da Associação dos Taxistas, Osmair Martins, também participaram da reunião, para apresentação do projeto de instalação do gasoduto Penedo-Arapiraca.
Na ocasião, a prefeita Célia Rocha agradeceu o apoio do governador Renan Filho e do vice Luciano Barbosa, com o fortalecimento das ações da Algás para contribuir com o desenvolvimento de Arapiraca e região.
A prefeita colocou-se à disposição da empresa estatal, afirmando que vai mobilizar a equipe e a Câmara de Vereadores, a fim de regularizar a doação de uma área para o funcionamento da subestação de gás natural, como também de todo o mapa urbano para que os engenheiros e técnicos da Algás possam realizar o trabalho.
Investimentos

O governo estadual já assinou contrato de fiança bancária entre a Algás e o Bradesco para a liberação de recursos da ordem de R$ 41 milhões destinados à obra.
Durante a reunião com a prefeita de Arapiraca, Célia Rocha, o presidente da Algás, Geoberto Espírito Santos, revelou que o gasoduto terá investimento no valor de R$ 41 milhões, sendo R$ 9 milhões provenientes de recursos próprios da distribuidora alagoana e R$ 32 milhões advindos do financiamento bancário, consolidando a proposta do governador Renan Filho (PMDB) e do vice-governador Luciano Barbosa (PMDB) com a interiorização do gás natural no estado.
O diretor da Algás adiantou que o projeto inclui duas travessias de tubulação, sendo uma entre a Rodovia AL-110 e a BR-101 e a outra entre a AL-110 e o Riacho Perucaba, ambas no município de São Sebastião, até chegar à cidade de Arapiraca.
Geoberto Espírito Santo disse, ainda, que o avanço da obra prevê a construção de uma subestação em um ponto estratégico nas imediações da Rodovia AL-220, no acesso à área urbana.

Com a subestação instalada, o próximo passo será a saída das tubulações até a área central de Arapiraca, com a distribuição do gás para postos de combustíveis, indústrias, hotéis, hospitais e depois para residências.
O projeto também contempla o setor de transportes, incluindo táxis, ônibus escolares, entre outros meios de transporte público e particular.  O início das obras está previsto ainda para este semestre, com prazo de conclusão de dois anos.

Por: Ascom Arapiraca 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017