Na prancheta: Vica monta time do ASA com quatro meias e sem atacante fixo

Campinho ASA (Foto: Arte)O técnico Vica fez testes, observou o elenco nos primeiros jogos do estadual e resolveu montar uma equipe sem referência no ataque. O ASA começou o Campeonato Alagoano titubeante, empatando demais e, pior, sofrendo muitos gols. O treinador decidiu então sacar o atacante Everton e apostar no meia Valdanes. O objetivo é compactar a equipe, aumentar o poder de marcação e melhorar o toque de bola. 
Na vitória de domingo contra o CEO, por 2 a 1, em Arapiraca, o técnico montou o time com Didira pela esquerda e Alex Henrique centralizado, trocando de posição com Valdanes, que, posicionado mais à frente, caiu mais pela direita. Quando o time perdia a bola, ele voltava para recompor o meio-campo. Valdívia entrou no lugar de Uederson e ficou posicionado também pela direita, encostando em Valdanes.

O volante Cal, neste esquema, é o primeiro homem da marcação, posicionado à frente da zaga, mais centralizado, e Max Carrasco joga um pouco pela esquerda, fechando espaços, ajudando na transição e cobrindo o lateral-esquerdo Fábio Alves. 
No novo sistema tático, os laterais guardam mais posição. Vica percebeu que a marcação estava frouxa no setor e tentou reforçar a cozinha. Mesmo assim, o time ainda sofreu um gol em falha pela direita, contra o CEO, e teve dificuldades com as investidas de Etinho e Ivan. O problema persiste.
Na zaga, André Nunes fica posicionado pela direita e Lucas Bahia cai pela esquerda. Uma preocupação do treinador é melhorar o sistema de defesa antiaérea. O ASA sofreu muitos gols por cima e o trabalho também é atenuar esta dificuldade. Ainda é cedo para avaliar se houve evolução. Ao menos, vieram uma vitória em casa e um empate fora com o CSA. O time marcou três gols, com Didira, Max Carrasco e Alex Henrique, e sofreu dois. 
Desafios 
O treinador pretende garantir a classificação antecipada na Copa do Brasil contra o São Raimundo-RR, nesta quarta (para isso, o time precisa bater o adversário por dois ou mais gols), e obter uma vitória fora de casa diante do Murici, domingo, pela semifinal do primeiro turno do Alagoano. O que pode dificultar os planos é a viagem desgastante a Roraima. Enquanto a delegação alvinegra se deslocou para o Norte, com muitas escalas, o Murici trabalhou tranquilo no Estádio José Gomes da Costa.
Por: Globo Esporte 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017