Mobilidade aérea de Alagoas contará com quatro aeroportos

A descentralização do fluxo turístico para o avanço da mobilidade aérea de Alagoas é uma das prioridades do governo do Estado. Além do Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, Alagoas contará com três aeroportos regionais nos municípios de Arapiraca, Penedo e Maragogi.

Na última semana, o governador Renan Filho foi a Brasília apresentar os planos de expansão do aeroporto de Penedo e de construção dos aeroportos de Arapiraca e Maragogi ao ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha. Na ocasião, o ministro se comprometeu a viabilizar iniciativas em Alagoas e alinhou ações do setor com o estado.

O projeto de ampliação e reforma do Aeroporto Freitas Melro, em Penedo, já foi aprovado e aguarda liberação de recurso do governo federal para a realização de processo licitatório e início das obras.

Serão repassados pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC-PR), por meio do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (PROFAA), recursos na ordem de R$ 4,6 milhões, para a realização das melhorias necessárias. Em contrapartida, o Estado deve investir R$ 960 mil para execução da obra em Penedo.

Segundo a superintendente de Transporte da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), Roberta Rosas, o aeroporto atenderá ao alto índice turístico da cidade histórica, além de contribuir para descentralização do fluxo no deslocamento regional do país.

“Os aeroportos regionais de classificação turística melhoram consideravelmente a malha do país inteiro, além de fortalecer a atividade turística, diminuir a distância entre as regiões e facilitar o acesso”, destacou.

Já os aeroportos regionais de Arapiraca e Costa Dourada de Maragogi serão contemplados meio do Programa de Investimentos em Logística de Aeroportos, que assegura a execução das obras por parte de convênio entre o governo federal e o Banco do Brasil.

Em Arapiraca, o aeroporto – campo de pouso - funciona atualmente apenas no período diurno por falta de estrutura. Como o espaço anterior sugerido foi considerado inviável pelas entidades do setor, um novo sítio aeroportuário será indicado pelo governo do Estado para revitalização do aeroporto existente. Cabe ao estado a desapropriação do terreno, caso necessário.

No caso do aeroporto de Maragogi, um dos principais destinos turísticos do Brasil, o projeto já foi aprovado por competências ambientais e, de acordo com Roberta Rosas, segue em fase de aprovação do local do sítio aeroportuário, um terreno cedido ao estado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), para a instalação da pista de pousos e decolagens.

Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017