Tio é linchado após espancar duas crianças em AL; uma delas morreu

Cama onde crianças foram espancadas ficou ensanguentada (Foto: Cláudia Valéria/TV Gazeta)
Foto: Cláudia Valéria/TV Gazeta
Um homem foi espancado e morto por moradores do loteamento Padre Ludugero, no município de Palmeira dos Índios, região Agreste de Alagoas, na noite de sábado (28). De acordo com a Polícia Militar, Fabiano Paz da Costa tinha 17 anos e foi linchado após agredir os sobrinhos a pauladas. Uma das crianças, de cerca de um ano, não resistiu e morreu ainda no local.

O chefe de operações que acompanhou a ocorrência, Amauryvan Fagundes, conta que a mãe das crianças, identificada como Fabiana Paz da Costa, de 19 anos, havia saído para uma festa e deixou os filhos sozinhos em casa.

"Depois que ela ficou sabendo do crime, voltou para casa e estava desesperada. Ela falou que nunca imaginaria que isso iria acontecer, disse que o tio costumava colocar as crianças para dormir e nunca foi agressivo com elas. Ela está presa na delegacia de Palmeira e foi autuada em flagrante por abandono de incapaz", explica Fagundes.

Mãe das crianças foi presa em flagrante por abandono de incapaz (Foto: Amauryvan Fagundes/Polícia Civil-AL)
Mãe das crianças foi presa em flagrante por
abandono de incapaz (Foto: Amauryvan
Fagundes/Polícia Civil-AL)
Segundo o cabo Carlos Jaime, do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o tio da criança era deficiente intelectual. "Ele [Costa] tinha problemas psicológicos e, na noite do crime, ingeriu bebida alcoólica. Acho que entrou em surto e acabou agredindo as crianças", conta.


"Nós recebemos a denúncia de que um homem tinha sido espancado e fomos averiguar. Quando chegamos ao local, achamos ele caído em um matagal e soubemos que ele tinha espancado os sobrinhos", afirma o cabo Jaime ao ressaltar que Costa ainda chegou a ser socorrido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Palmeira, mas morreu no local.

A criança que sobreviveu aos espancamentos, um menino de cerca de três anos, também foi levada para a UPA, mas por estar em estado grave, foi transferida em seguida para a Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca. De acordo com a assessoria de comunicação da UE, a vítima deve ser transferida para Maceió ainda neste domingo.


Ainda segundo o cabo Jaime, não há informações sobre quem tenha espancado o tio das crianças até a morte. "Ninguém diz nada. A população se revolta com um fato desses e acaba fazendo Justiça com as próprias mãos. É errado, mas ninguém aponta os autores do linchamento", complementa.

Por: G1-AL

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017