Alagoas registra aumento de prisões em flagrante nos três primeiros meses do ano

Foto: Ascom Sedres
A sensação de segurança vai chegando paulatinamente à sociedade alagoana e a Secretaria de Estado da Defesa Social e Ressocialização (Sedres) tem respaldo para garantir o processo de reversão no quadro da violência. Uma prova disso é o aumento considerável do número de infratores e criminosos presos no primeiro trimestre de 2015, considerando os dados de 2014 no mesmo período quando o foco são as prisões em flagrante.

No Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac) da Sedres, o gráfico mostra claramente os avanços no combate à criminalidade. Em janeiro do ano passado 714 pessoas foram presas em flagrante e neste ano 778, um acréscimo de 64; em fevereiro de 2014 tivemos 674 e no mesmo mês de 2015 foram levados à prisão 797, registrando o aumento de 123; já em março passado as polícias alagoanas prenderam 692 pessoas e neste ano 801, ou seja, mais 109 do que em 2014.

Na totalidade, nos três primeiros meses da gestão do governador Renan Filho e com o secretário Alfredo Gaspar de Mendonça Neto à frente dos problemas de segurança pública contabilizamos até março 296 pessoas a mais tiradas de circulação pelas forças policiais por prática de atos delituosos.

“Os números são claros e temos trabalhado para que evoluam mais ainda. Por isso, as forças policiais se espalham em todo Estado com muito empenho e a intenção de coibir toda e qualquer tentativa de ação criminosa. Além dessas prisões em flagrante, ainda temos as que ocorrem por meio de investigações e que levam à cadeia homicida, assaltante, traficante, sequestrador. O mérito é de todos os policiais e nós seguimos juntos. A caminhada é longa, estamos apenas no início, mas os resultados são plausíveis e consequência de compromisso de governo”, ressalta Gaspar de Mendonça Neto.

Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017