Acidentes de trabalho crescem no Agreste de AL, diz levantamento

Somente de janeiro a abril deste ano, a Unidade de Emergência do Agreste (UE), em Arapiraca, atendeu 38 vítimas de acidentes de trabalho. O número representa um aumento de 65% em relação ao mesmo período de 2014, quando o hospital registrou 23 casos.
Mesmo com o crescimento nas estatísticas, a UE aponta que os números ainda estão bem abaixo da realidade, já que muitos acidentes de trabalho que acontecem na região não são notificados adequadamente.
O balanço divulgado pela unidade expõe ainda que os tipos de acidentes de trabalho mais comuns são as quedas, seguidas por choques contra objetos, golpes provocados por ferramentas, cortes e fraturas.
Segundo o hospital, entre as principais vítimas estão os trabalhadores com faixa etária entre 20 e 29 anos.
Durante todo o ano de 2014, a unidade registrou 81 atendimentos a pacientes vítimas de acidentes de trabalho, sendo 53 apenas em Arapiraca. Do total de notificações, 71 foram homens e 10 mulheres.
De acordo com o diretor médico da Unidade de Emergência do Agreste, Celso Marcos, a utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) é fundamental para proteger o trabalhador neste tipo de ocorrência, que pode provocar ferimentos graves, sequelas para o resto da vida e, nos piores casos, levar à morte.
 
“É lamentável que muitas empresas insistam em manter seus funcionários vulneráveis a esse tipo de risco. A mesma precaução vale para os trabalhadores autônomos que, muitas vezes, arriscam suas vidas apostando somente na sorte e não investem parte do que ganham na própria segurança”, alertou o médico.
 
Ainda segundo o especialista, os acidentes de trabalho não provocam apenas traumas, mas também podem desencadear outros tipos de problemas de saúde como lesões ocasionadas pelo esforço repetitivo, distúrbios osteomusculares correlacionados ao exercício do trabalho, episódios de estresse, de ansiedade e de depressão.

Por: g1-al

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017