Esporte: ASA empata com o Vitória e garante vaga na 3ª fase da Copa do Brasil

Vitória x ASA (Foto: ROMILDO DE JESUS - Agência Estado)
Foto: ROMILDO DE JESUS - Agência Estado
O Vitória não teve muito tempo para comemorar a conquista inédita da Copa do Brasil sub-17. Poucas horas depois de a garotada fazer a festa no Rio de Janeiro, o profissional deu mais um vexame. No Barradão, o Leão empatou em 2 a 2 com o ASA e viu o adversário comemorar a vaga na próxima fase da Copa do Brasil. Agora os alagoanos enfrentam o Palmeiras. O primeiro jogo será na próxima quarta-feira, em São Paulo.

A conquista do ASA foi recheada de emoção. Com quatro gols no segundo tempo, o time de Vica viu o Vitória sair na frente com Escudero, em cobrança de pênalti, mas conseguiu a virada com Rayro e Didira (também de pênalti). O empate do Leão saiu nos minutos finais com Escudero, mais uma vez de pênalti. Como o primeiro jogo terminou empatado em 1 a 1, o ASA levou a melhor por ter feito mais gols fora de casa. 
O Vitória volta a jogar na sexta-feira, mas pela Série B do Campeonato Brasileiro. O time baiano enfrentará o Bragantino no Barradão. Já o ASA tem compromisso com o Botafogo-PB, no domingo, pela Série C do Brasileiro.
Futebol ou vôlei?
O primeiro tempo de Vitória e ASA fez com que muitos torcedores se arrependessem de sair de casa para ir ao Barradão. Em um jogo fraco tecnicamente e sem grandes emoções, baianos e alagoanos pouco fizeram em campo. Destaque mesmo quando Diego Renan bateu cruzado e Didira, quase em cima da linha, cortou com a mão. O árbitro não viu a irregularidade e deixou o jogo seguir. Erro da arbitragem e vaias dos torcedores para os atletas do Leão ao final dos 45 minutos. 
Pênaltis, gols e vaga alagoana
A emoção que esteve em falta no primeiro tempo chegou com força na metade final da partida. Logo nos primeiros segundos de bola rolando, Vander foi derrubado dentro da área e Escudero abriu o placar de pênalti. Mas a festa rubro-negra não demorou muito. Em cobrança de falta de Rayro, Ednei desviou de cabeça e enganou o goleiro Fernando Miguel. 
O empate em 1 a 1 levava a decisão para os pênaltis. Os dois times precisavam do gol para garantir a classificação nos 90 minutos. E quem conseguiu balançar as redes foi o ASA. Em cobrança de pênalti, Didira garantiu a virada alagoana. A partir daí, o Leão passou a jogar no desespero, enquanto os alagoanos controlavam o resultado. O Vitória ainda conseguiu o empate nos minutos finais, mas não foi o suficiente para impedir a classificação do ASA.
Por: Globo Esporte 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017