Polícia prende suspeitos de terem participado de chacina em Taquarana

Cícero de Oliveira, Franciel marcos Santos de Alcântara e Jorge Gomes da Silva foram presos, suspeitos de cometer o crime (Foto: Divulgação/ Ascom PC)
Foto: Divulgação/ Ascom PC
A Polícia Civil prendeu, na tarde desta segunda-feira (25), três suspeitos de participar da chacina que deixou quatro pessoas mortas, na madrugada de hoje, no sítio Tapaúna, zona rural da cidade de Taquarana, Agreste de Alagoas. Um menor de 15 anos também foi apreendido.
Na ocasião, foram detidos Jorge Gomes da Silva, 21, conhecido como “Tomé”; Cícero de Oliveira, 27, conhecido como “Chupeta” ou "Tito", e  Franciel Marcos Santos de Alcântara, de 19 anos.
“Os acusados confessaram a participação no crime e contaram que as vítimas foram assassinadas por causa de uma discussão. No levantamento também foi constatado sinais de estupro no corpo da senhora Maria José”, disse o delegado Eraldo Brasil.
De acordo com o delegado de Taquarana, Eraldo Brasil, após constatar o crime, a polícia começou a realizar diligências em tentativa de localizar os suspeitos. "Procuramos saber na região quem tinha 'farrado' e estava nas proximidades. Foi aí que encontramos essas pessoas", explicou.
Vizinhos e familiares ficam chocados com o crime (Foto: Valmir Inácio/TV Gazeta)
Foto: Valmir Inácio/TV Gazeta
Ainda de acordo com Brasil, o grupo foi encaminhado à delegacia da cidade para prestar depoimento. "Um fica acusando o outro. Vamos apurar, mas as primeiras informações dão conta que nenhum deles tem antecedente criminal. Ao que parece, beberam muito, o que teria facilitado o crime", disse o delegado.

As prisões começaram a acontecer no início da tarde, quando dois suspeitos foram presos e um adolescente foi apreendido. De acordo com a polícia, horas depois, o último suspeito também foi preso.
"Já sabiamos que dois membros do grupo têm ligação parentesca com uma das vítimas", ressaltou Brasil.
Segundo informações do 3º Batalhão de Polícia Militar, que atendeu à ocorrência, a casa onde as vítimas estavam foi incendiada.
O tenente Jesus informa que pai, mãe, filho, além de um amigo da família teriam sido mortos a golpes de faca. Maria José Silva, 53, José Joaquim dos Santos, 60, e Genival Silva, 27, todos da mesma família. Além deles, também foi morto um amigo da família, que morava na casa, identificado como Dionísio Maurício dos Santos, 64.
"Os familiares e os vizinhos estão muito abalados com o crime. Nós estamos no local fazendo os primeiros levantamentos para que a Polícia Civil investigue", afirma o tenente Jesus.
Ainda segundo o tenente, três corpos foram encontrados do lado de fora da casa e o outro foi encontrado em um quarto que fica próximo à casa da família.

"Pelo que vimos quem fez isso não roubou nada da família, inclusive há uma moto queimada na casa", afirma o tenente Jesus, do 3º Batalhão.

Por: G1-AL

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017