Seis pessoas são presas em Arapiraca com droga avaliada em R$ 300 mil

Foto: Assessoria MPE/AL
Após 77 dias de investigação, o Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas do Ministério Público Estadual de Alagoas (Gecoc), em parceria com as Polícias Civil e Militar, apreendeu, na manhã desta quinta-feira (04), 16 quilos de crack e pasta base de cocaína, avaliados em R$ 300 mil. A droga serviria para abastecer o comércio ilegal de entorpecentes, tanto em Arapiraca, quanto em outros municípios da região do Agreste. Seis pessoas foram presas em flagrante delito, inclusive, um reeducando que está custodiado numa unidade do sistema penitenciário, em Maceió.
Foram dois meses e meio de procedimentos investigatórios acontecendo até o dia da operação que acabaria com a organização criminosa especializada em tráfico de entorpecentes e assaltos a carros. Cinco homens e uma mulher foram presos, na manhã de hoje, na cidade de Arapiraca, sob a posse dos 16 quilos de drogas.
De acordo com o Gecoc, cada tablete de crack apreendido, de aproximadamente um quilo, equivale a cerca de R$ 16 mil e, para poder ser comercializado, ainda precisava ser dividido em pequenas pedras. Já a barra de paste base de cocaína pode chegar a R$ 20 mil.
Foram presos Hudnílson Magalhães Nunes, Jonatha Marques Barros, José da Silva Cavalcante, Edson Bezerra dos Santos e Maria Rivanilda Soares Silva. Edson dos Santos, que já cumpre pena na Penitenciária Baldomero Cavalcante, vai responder a mais um crime a partir de agora. Ele é acusado de liderar a quadrilha de dentro do presídio e foi levado até Arapiraca para a lavratura do flagrante.
Com exceção de Edson, todos os presos ficarão detidos da delegacia regional de Arapiraca. Além doGecoc, participaram da operação, autorizada pela 17a Vara Criminal da Capital, o Bope e a Divisão de Polícia Judiciária, Área 2.
Outras apreensões
Além da droga, o bando portava R$ 3 mil em dinheiro, facas - que ajudariam na quebra das pedras -, balanças de precisão, joias e aparelhos celulares.
Quatro veículos também foram recolhidos. Dois Fox tinham queixa de roubo e serão encaminhados à Delegacia de Roubos e Furtos, para que seus proprietários possam reaver os bens anteriormente usurpados.
Uma motocicleta e um carro Mitsubishi ASX foram os outros veículos apreendidos. A droga veio de São Paulo dentro desse último automóvel, que estava sendo dirigido por Jonathan Marques e José da Silva Cavalcante. Os demais acusados foram presos função de mandados de busca e apreensão expedidos.
 

Por: 7 Segundos

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017