Agapi: espaços lúdicos e direito do brincar são debatidos

Criar espaços lúdicos em equipamentos de saúde e sociais. Esta foi a proposta apresentada nesta segunda-feira (20), durante o primeiro dia de supervisão com a temática “Espaços Lúdicos”, pelo Curso de Formação para Multiplicadores Agapi – Arapiraca Garante a Primeira Infância (Agapi).

O encontro com profissionais das áreas de Saúde, Educação e Assistência Social ocorreu no auditório do Centro de Referência Integrado de Arapiraca (Cria), bairro de Santa Edwiges, e se estendeu também pelo período da tarde.

A especialista e consultora Risélia Pinheiro, da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal (FMCSV), falou sobre a criação de espaços lúdicos nos equipamentos de saúde, educação e desenvolvimento social, nas praças e na comunidade em geral. Ela propôs “cantinhos” da leitura, do faz de conta, das brincadeiras, das artes, do teatro, da música e da dança, por exemplo.

Segundo a secretária Municipal de Planejamento, Cícera Pinheiro, isto já existe em algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, trabalhando a coordenação motora e as cognições dos pequenos arapiraquenses.

Risélia, por sua vez, atentou para o “Direito do Brincar”, colocado inclusive na Constituição Federal Brasileira, contemplando os direitos à cultura, ao lazer, à educação, à cidadania, sendo executados de maneira integrada e incrementando o desenvolvimento integral das crianças.


Novos encontros com a especialista serão realizados uma vez por mês, em agosto e setembro, após a capacitação já ocorrida.

Na próxima segunda-feira (27), a psicoterapeuta e consultora do FMCSV, Cristiane Freitas Lima Nascimento - especialista em Psicologia Hospitalar e em Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes –, irá ministrar nova etapa do Curso de Formação para Multiplicadores Agapi.

Por: Ascom Arapiraca 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2018