Invicto, ASA arranca empate contra o Salgueiro no interior de Pernambuco

Salgueiro x ASA (Foto: Everton Luiz / Arquivo Pessoal)
(Foto: Everton Luiz / Arquivo Pessoal)
O número 36 ganhou destaque na partida entre Salgueiro e ASA, pela 7ª rodada da Série C. Os dois gols da partida deste sábado foram marcados neste minuto, em tempos distintos. De pênalti, o lateral Rogério abriu o placar para o Carcará no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro. Na segunda etapa, o meia Marlon deixou tudo igual.  

O empate por 1 a 1 foi melhor para o time alagoano, que se mantém na vice-liderança do Grupo A, agora com 13 pontos, e também continua invicto na competição nacional. Os pernambucanos estão em terceiro, com 12. Os times voltam a jogar no dia 19, às 16h. O ASA vai receber o lanterna Icasa no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, e o Salgueiro segue no Cornélio de Barros para pegar o Vila Nova. Quarta, o time alagoano tem um compromisso com o Palmeiras pela terceira rodada da Copa do Brasil, em Londrina, no Estádio do Café, às 22h. 
Gol de pênalti para o Carcará
O ASA adotou uma postura defensiva no jogo. Pensando no empate, o objetivo era fechar espaços do Salgueiro e tentar o gol em contra-ataques. Não deu certo no primeiro tempo. Os donos da casa foram mais presentes no campo ofensivo, criaram as melhores chances e colocaram a defesa alvinegra para trabalhar.
Aos 36 minutos, o Salgueiro abriu enfim o placar. André Nunes cometeu pênalti no atacante Fágner, e o lateral Rogério converteu. Bateu como manda o figurino, deslocando o camisa 1 do ASA. Depois do gol, o Carcará diminuiu o ritmo e garantiu a vitória parcial na primeira etapa.
Marlon entra no ASA e empata o jogo
Técnico do ASA, Vica não gostou da atuação da equipe nos 45 minutos iniciais e promoveu logo duas mudanças para o segundo tempo. Saíram o lateral Chiquinho e o meia Uederson e entraram, respectivamente, Gabriel e Valdanes. O Salgueiro manteve a postura ofensiva e quase ampliou com Paulinho Mossoró, que colocou veneno na bola e por pouco não marcou um gol olímpico aos seis. 
Com lesão no joelho, Casagrande, do Carcará, deixou o campo para a entrada de Kal. O ASA saiu mais para o jogo e passou a rondar perigosamente o gol de Luciano. Aos 18 minutos, Didira obrigou o goleirão a fazer uma bela defesa. Na sequência, a resposta. Paulinho fez boa jogada e, aos 19, acertou a trave. Aos 36 minutos, o atacante Luís Paulo recebeu a bola no comando de ataque do ASA, fez bem o pivô e tocou para Marlon, que havia acabado de entrar no lugar do volante Jorginho. No primeiro toque na bola, ele estufou a rede do Carcará e garantiu um ponto importante para o Alvinegro.
Por: Globo Esporte 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2018