Ligações para o Disque-Denúncia crescem 10% em 2015 em Alagoas

O número de ligações recebidas pelo Disque-Denúncia da Secretaria de Estado da Defesa Social e Ressocialização (Sedres) entre janeiro e julho deste ano cresceu 10%, em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com a secretaria, foram mais de 8 mil denúncias feitas pela população.
Ao todo, o número 181 recebeu 8.300 ligações no primeiro semestre do ano. Maceió lidera o ranking, com 5.501 ligações. Arapiraca fica em segundo, com 579, e em terceiro, Rio Largo, com 353. Ao todo, desde a implantação do serviço em outubro de 2011, a Sedres já recebeu 41.065 ligações.
Em nota divulgada à imprensa, a Sedres diz acreditar que a rápida resposta dos órgãos de segurança às denúncias feitas pelo Disque-Denúncia estão encorajando a população a fornecer informações sobre crimes e criminosos. Além disso, a garantia do anonimato também é apontada como um fato positivo.

“É importante que a pessoa esteja tranquila e possa informar dados como local do crime, quem é o criminoso, características do criminoso, quem é a vítima e nome da mãe do criminoso. Também é preciso ter o cuidado de apagar o número discado do aparelho celular para evitar que estranhos vejam o registro da ligação e não falar para terceiros sobre a denúncia”, ensina a coordenação do Disque-Denúncia em Alagoas.

As denúncias feitas são encaminhadas aos órgãos competentes e o prazo mínimo para que seja dada uma solução é de 30 dias.

Por: G1- AL

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2018