Volume de milho produzido em Alagoas pode triplicar em 2015

Foto: Arquivo/Secom
O volume de milho produzido em Alagoas este ano pode ser três vezes maior que na safra anterior, quando foram colhidas pouco menos de 25 mil toneladas em todo o Estado. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (5) pelo secretário de Estado da Agricultura, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, durante entrevista concedida ao Programa Ministério do Povo, da Rádio Gazeta AM, comandado pelo radialista Rogério Costa.

De acordo com o secretário, cerca de 60 mil toneladas de milho já estariam garantidas para a safra atual. “Queremos chegar em 75 mil toneladas. Esse resultado se deve ao trabalho que vem sendo feito desde o início do ano. O governador Renan Filho determinou o resgate da produção do milho em Alagoas. Em janeiro, reunimos os produtores e criamos uma comissão para trabalhar a cultura em todo o Estado. Distribuímos as sementes na época certa e agora esperamos uma safra expressiva”, disse Vasconcelos.

O secretário Álvaro Vasconcelos divulgou a visita da ministra da Agricultura, Kátia Abreu, a Alagoas, provavelmente no próximo dia 17. A data, porém, ainda deverá ser confirmada pela assessoria da ministra. Na pauta da ministra está a instalação de um núcleo da Embrapa em Alagoas. “Esse núcleo dará o suporte que o Estado precisa para avançar na produção de alimentos e dar um salto tecnológico na atividade agrícola de Alagoas”, observou Vasconcelos.

Durante a entrevista, o secretário de Agricultura falou ainda sobre a busca de investimentos para o Canal do Sertão, no sentido de viabilizar a agricultura familiar na região. “Já nos reunimos com um grupo de 20 investidores e estamos ampliando esse número. Os grandes e médios investidores vão viabilizar o subsídio para a agricultura familiar no Canal do Sertão. Temos 65 quilômetros da obra em funcionamento e teremos até o quilômetro 105 em setembro. A ideia é tornar esse trecho produtivo o mais rapidamente possível”, adiantou.

Segundo Álvaro Vasconcelos, o governador Renan Filho está empenhado em unir as pastas de Defesa Social, Saúde e Educação para que os alimentos da agricultura familiar de Alagoas sejam direcionados para a merenda escolar, hospitais e presídios do Estado, garantindo o escoamento dessa produção.

“Também temos o apoio do presidente da Associação dos Municípios, Marcelo Beltrão, no incentivo à aquisição desses alimentos pelas prefeituras. A agricultura familiar de Alagoas está preparada para suprir essa demanda, gerando emprego e renda para o homem do campo”, disse.

Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2018