ASA supera crise financeira, vence o Águia e assume a terceira colocação

ASA x Águia de Marabá (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)
Fotos: Leonardo Freire/GloboEsporte.com
Os jogadores do ASA não foram brilhantes, mas correram muito na partida deste domingo contra o Águia, em Arapiraca, e colocaram o time na terceira colocação do Grupo A. Nos últimos dias, o elenco reclamou do atraso de salários, mas, como prometeu o técnico Vica, o problema não foi para campo. O gol da vitória alvinegra por 1 a 0 foi marcado no primeiro tempo pelo lateral-direito Gabriel, de falta. Aos 37 do segundo tempo, o volante Fred, do time paraense, ainda foi expulso de campo por entrada violenta no meia Didira.
ASA x Águia de Marabá (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)O ASA ultrapassou o América-RN nesta 15ª rodada da Série C e, com 26 pontos, ficou mais perto da classificação. Sábado, vai enfrentar o Salgueiro também em Arapiraca, às 16h. Muito perto do rebaixamento, o Águia recebe o lanterna Icasa no próximo domingo, às 16h. O time paraense é o penúltimo colocado da chave, com 9 pontos.  
Recursos
Sobre a crise financeira, a diretoria alvinegra disse que conversou com os jogadores, se mobilizou e vai quitar o débito com o elenco até o fim desta semana. A arrecadação do jogo deste domingo foi fechada em R$ 18.500,00, com 1.655 pagantes e 2.238 presentes no Estádio Coaracy da Mata Fonseca.
Gol de falta de Gabriel
O ASA tomou a iniciativa do jogo. Cauteloso, o Águia recuou e tentou explorar contra-ataques. Não ameaçou na primeira etapa. Aos nove minutos, o Alvinegro chegou em boa trama iniciada pelo meia Didira. O lateral Glaybson foi à linha de fundo, pela esquerda, e cruzou com veneno. Por pouco o atacante Alex Henrique não completou embaixo da trave. Na sequência, Glabyson encheu o pé e o goleiro do Águia fez bela defesa.
O ASA também chegou aos 16 minutos, num chutaço de longe de Jorginho. Maycki fez a intervenção com muitas dificuldades. Na reta final do primeiro tempo, o Águia fechou mais os espaços do adversário, mas foi vazado aos 37 numa bola parada. O lateral Gabriel bateu falta frontal com violência, a barreira abriu e o Alvinegro fez o primeiro gol do confronto.
Expulsão de volante do Águia
O segundo tempo foi menos intenso. Satisfeito com o resultado, o ASA não atacou com tanta frequência e, fragilizado, o Águia criou pouco. Aos sete, Júnior Timbó chutou de longe e o goleiro do Alvinegro fez uma boa defesa.
O ASA respondeu numa finalização da entrada da área de Everton, aos 11, e em escanteio batido por Chiquinho, aos 22 minutos. O goleiro Maycki fez a defesa parcial e ela ainda bateu no travessão do Águia.  Aos 37, Fred, que havia recebido cartão amarelo, deu entrada dura em Didira e foi expulso de campo. Mesmo com um homem a menos, o time paraense foi para o abafa no fim do jogo, mas não ameaçou o goleiro Pedro Henrique.
Por: Globo Esporte 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017