Cartão digital do SUS está disponível para todos os smartphones Android

Foto: Carla Cleto
Informações sobre medicamentos, contatos de emergência e até os dados sobre a sua saúde agora podem ser encontrados no Cartão SUS Digital, lançado pelo Ministério da Saúde inicialmente a todos os smartphones que utilizam o sistema Android. “O objetivo é aproximar o usuário de sua identidade no Sistema Único de Saúde”, pontuou a coordenadora do Cartão SUS em Alagoas, Roseane Medeiros.

Antes, o usuário do SUS deveria ir ao posto do Cartão SUS instalado na cidade para recuperar seu cartão. Agora, basta adquirir o aplicativo gratuito que estará disponível na Apple Store ainda este ano. “Em Maceió, aquele que ainda não tem o Cartão SUS deve ir, por exemplo, no PAM Salgadinho, munido de CPF [com cópia], identidade [com cópia], comprovante de residência [com cópia] e telefone para contato. Os locais onde existe o posto do Cartão SUS podem ser indicados pela Secretaria de Saúde do Município”, disse Roseane Medeiros.

O cartão possibilita a identificação única do usuário do SUS e, com isso, é possível reunir informações sobre os atendimentos prestados, onde quer que aconteçam. Hoje, todo brasileiro com CPF válido possui o número do Cartão Nacional de Saúde, como consequência da integração da base de dados do cartão (CadSUS Web) com a Receita Federal.

“Todas as unidades da rede pública de saúde devem prestar atendimento à população mesmo sem a apresentação do cartão, porém é obrigação dessas unidades que recuperem ou providenciem o documento. É necessária a utilização do cartão desde um simples exame de sangue até a mais complexa das cirurgias. E os planos de saúde privados estão sendo orientados pela Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] a solicitar o Cartão SUS de seus clientes”, explicou a coordenadora.

A expectativa do Ministério da Saúde é de que em breve a população possa ter acesso à rede credenciada ao SUS através do aplicativo e que as informações sobre o usuário possa contribuir no melhor atendimento a pacientes principalmente nos hospitais de urgência e emergência. “E ainda poderemos organizar melhor toda a rede e oferta dos serviços de saúde em todo o país”, complementou Medeiros.

Por: Agência Algoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017