Programa Geral de Ações e Serviços da Saúde do MS é lançado em Alagoas

Foto: Carla Cleto
Criado para melhorar a organização e o alcance da assistência à saúde, o Governo Federal lançou o Programa Geral de Ações e Serviços da Saúde (PGASS). A iniciativa foi apresentada em Alagoas durante uma reunião nesta quarta-feira (30), na sede da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), no bairro Jaraguá.

Durante o evento, que reuniu representantes do Ministério da Saúde, do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e gestores da Sesau, a secretária executiva de Ações da Saúde, Rosimeire Rodrigues, destacou a importância da atuação conjunta das diferentes esferas de administração para o Sistema Único de Saúde (SUS). 

“As gestões dos governos federal, estadual e dos municípios devem atuar de forma conjunta, adaptando os direcionamentos nacionais às realidades locais e, assim, construir políticas públicas cada vez mais eficazes”, ressaltou Rosimeire Rodrigues.

De acordo com o representante do Ministério da Saúde, Jorge Harada, o programa implica em mudanças no processo de planejamento do SUS. “A PGASS foi projetada para atuar como um instrumento de gestão em saúde, como um processo de negociação e pactuação intergestores. Através da atuação conjunta, é possível definir o impacto financeiro e das ações de saúde que serão implantadas em cada região”, revelou Jorge Harada.
Já a responsável pela Superintendência de Regulação Auditoria, Controle e Avaliação (Suraud), D’Narte Bastos, explicou que, a partir da maior organização do planejamento, é possível desenvolver ações que atendam a real necessidade da população e investir com responsabilidade o dinheiro público.

“Com o alinhamento da gestão, o governo estadual trabalha, de forma séria e compromissada, para o desenvolvimento e resolutividade do SUS em Alagoas, além de garantir que o orçamento da saúde, mantido por todos os habitantes, seja investido de forma otimizada e racional”, destacou.

Pioneirismo em Alagoas 

Para atestar o trabalho da gestão estadual em aprimorar e implementar a regionalização dos serviços da Saúde, o estado de Alagoas foi selecionado como plataforma de lançamento do PGASS.

“O trabalho realizado pela Sesau na organização das Redes de Atenção à Saúde e na pactuação da regionalização dos serviços prestados na saúde foram preponderantes para a escolha de Alagoas como primeiro ente da federação a implantar o PGASS”, destacou a técnica do Ministério da Saúde, Denise Amaral.

O superintendente da Suraud, D`Narte Bastos, lembrou que o Estado tem avançado em seus indicadores, apesar dos desafios em escala nacional que a gestão pública enfrenta no momento.

“Alagoas tem se comprometido, com determinação, em garantir um atendimento ético, eficaz e humano para todos, mesmo diante da crise internacional pela qual passamos”, ressaltou.   

Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017