Arapiraquenses elegem conselheiros tutelares do município

Pela primeira vez os arapiraquenses elegeram 10 dos 18 candidatos a conselheiros tutelares do município, numa eleição histórica que aconteceu das 8h às 17h desse domingo (4), em Arapiraca.
A votação aconteceu na sede da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), no prédio da histórica Escola Costa Rêgo, na Avenida Governador Luiz Cavalcante. Os oito candidatos que não se elegeram ficaram como suplentes.

Com 1.064 votos a candidata Margarete B. de Oliveira foi a primeira colocada, seguida do atual presidente do Conselho Tutelar de Arapiraca, Thiago Pereira do Nascimento que obteve 611 votos. Em terceiro lugar ficou o candidato Zeilton Oliveira da Silva com 463 votos obtidos.

Os portões se abriram às 8h e fecharam às 17h. Os eleitores compareceram desde cedo ao local de votação. Foram 6.103 eleitores que votaram de forma democrática, direta e de livre e espontânea vontade. A única obrigação foi apresentar o título de eleitor e um documento original com foto.
A votação não foi obrigatória. Mesmo assim aconteceu com todas as regras e exigências de uma votação eleitoral. O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) disponibilizou 38 urnas eletrônicas, distribuídas em 38 seções eleitorais no prédio da Uneal. Com direito a fiscais dos candidatos.
               
 Os eleitores lotaram os corredores das seções eleitorais, que estavam sob a segurança do Exército, por meio do Tiro de Guerra de Arapiraca, pela Polícia Militar de Alagoas (PMAL), do 3º Batalhão de Polícia Militar.
O trânsito na Avenida Governador Luiz Cavalcante estava sob o controle dos Agentes de Autoridade de Trânsito (AAT) da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).
               
Votação levada a sério
A dona de casa Josefa Ferreira dos Santos, 58 anos, mesmo com dificuldades de locomoção, compareceu à urna logo após a abertura dos portões.
               
“Estou exercendo minha cidadania porque é muito importante apoiar e votar nos conselheiros que vão ajudar nossas famílias”, reconheceu ela.
O exercício de cidadania mostrou mais uma vez que a democracia é um processo livre e que, assim, motiva os cidadãos a escolherem seus representantes.

Foi o que aconteceu com o produtor rural e microempreendedor Gilvânio Pereira da Silva, 40 anos. Ele saiu do povoado Sapucaia, zona rural de Arapiraca, para votar no conselheiro tutelar.
               
“Estou muito feliz em participar dessa eleição porque antes só votavam os representantes de bairros e lideranças municipais. Agora podemos escolar, de forma democrática, o conselheiro tutelar que acharmos mais adequado para proteger nossas crianças”, declarou Gilvânio Pereira.
Logo após o término da votação, o TRE deu início a apuração dos 6.103 votos dos eleitores que compareceram à Uneal. Dos 6.103 votos válidos, 157 foram nulos e 39 votos em branco. O total dos votos válidos foram de 5.170.

Segue, abaixo, a lista dos 10 conselheiros tutelares por ordem de votação:
Nome
Voto
Situação
1009
Margarete B. de Oliveira
1064
Eleito
1015
Thiago Pereira do Nascimento
611
Eleito
1005
Zeilton Oliveira da Silva
463
Eleito
1002
Joelma Araújo da Silva
418
Eleito
1006
Lásaro da Silva Lopes
412
Eleito
1004
Netinho Cavalcante
397
Eleito
1001
Edney Vieira dos Santos
365
Eleito
1010
Maria das Graças O. Silva
347
Eleito
1007
Alberto de O. Nascimento
313
Eleito
1016
Zilma Alves Correa
265
Eleito
1013
Kleverton Tenório da Silva
257
Suplente
1018
Roberta A. Dias de Oliveira
221
Suplente
1012
Weslem Silva de Santana
208
Suplente
1003
Jalmerinda Barbosa (JALMA)
134
Suplente
1014
Ana Maria Galindo da Silva
132
Suplente
1008
Gilvanete Lúcio (NETE)
132
Suplente
1011
Eliene Pascoal da Silva
98
Suplente
1017
Rosenir da Silva Santos
60
Suplente

Por: Ascom Arapiraca 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017