Padrasto confessa que agredia o pequeno Dyllan

FOTO: ARQUIVO PESSOAL
Em novo depoimento prestado na manhã desta terça-feira (26), na Delegacia de Homicídios de Arapiraca, Meydson Alysson Alves, padrasto de Dyllan Taylor Soares, de 3 anos, confessou à Polícia Civil que ele e a mãe da criança, Joyce Silva Soares, agrediam o menino. 

O garoto foi encontrado morto no último dia 21 com sinais de espancamento. Os agentes não souberam informar se ele confessou participação na morte da criança.

No primeiro interrogatório, Meydson Alysson Alves negou as agressões e disse que sempre teve um bom relacionamento com o pequeno Dyllan. Mas, pediu para o advogado que solicitasse ao delegado para prestar um novo depoimento, onde confessou que ele e a mãe agrediam a criança.

O padrasto do menino está preso em Arapiraca desde o dia do ocorrido. A mãe de Dyllan Taylor está em liberdade, mas a prisão e o indiciamento dela não estão descartados. 

O caso

O garoto Dyllan Taylor Soares foi encontrado morto, em sua residência, na última quinta-feira (21). Mãe e padrasto afirmaram que a criança passou mal durante a madrugada e foi medicada, sendo encontrada morta, pela manhã. De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal (IML), a morte da criança foi provocada por espancamento.

Por: Já é Notícia // Gazeta Web

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017