Alagoas fechou mais de 25 mil vagas de trabalho em um ano, aponta Caged

Carteira de trabalho, CPF e RG (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)
Foto: TV Anhanguera/Reprodução
Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência Social (MT), divulgados nesta sexta-feira (22), mostram que, em um ano, Alagoas fechou mais de 25 mil postos de trabalho.
De acordo com o levantamento do MT, ao todo foram 25.477 postos de trabalho fechados em Alagoas, o que representa uma queda de 6,79% no 
Levando-se em conta apenas a comparação direta entre os meses de fevereiro e março deste ano, a redução foi de 9.872 vagas, uma queda de 2,74%. No primeiro trimestre de 2016, o acumulado foi de 22.680 vagas a menos.
O levantamento do Caged aponta que os principais responsáveis pela queda no número de empregos com carteira assinada são fatores sazonais, como a redução de vagas nas indústrias de transformação, que em Alagoas correspondem ao setor sucroalcooleiro. A entressafra provocou o fechamento de 6.824 postos de trabalho.
Com relação ao desempenho dos municípios alagoanos com mais de 30 mil habitantes,Maceió lidera com um saldo negativo de 2.239 vagas. Em  Arapiraca, foram 856 postos de trabalho fechados, contra 823 que foram abertos.
Comércio
Apesar do alto número de vagas extintas em Alagoas, foi alto o número de empresas abertas somente no mês de março de 2016 no estado. De acordo com levantamento divulgado pela Junta Comercial de Alagoas (Juceal), no período foram abertas 1.852 empresas, enquanto outras 861 foram fechadas.

Ainda segundo a Juceal, a maioria das empresas abertas foi de Microempreendedores Individuais (MEI), com 1.423 aberturas e 616 extinções. Na comparação entre o primeiro semestre deste ano e do ano passado, a queda no número de empreendimentos estabelecidos é de 3,1%.
Se comparados somente a fevereiro de 2016, os resultados apresentam aumento de 25,8% com relação às empresas que foram abertas, e 20,44% diante das extinções.
O setor de comércio ainda lidera os dois levantamentos, com 884 aberturas e 452 fechamentos. Arapiraca, Rio Largo, Palmeira dos Índios e Maceió lideram o ranking de aberturas. A lista de fechamentos conta com os mesmos municípios, com exceção apenas de Palmeira. No lugar dele, está Penedo, que viu 17 empreendimentos fecharem as portas em março deste ano.
Por: G1-AL

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017