Começa dia 23 distribuição da vacina contra influenza para os municípios

Estado deve receber 748,1 mil doses da vacina do Ministério da Saúde, para atender aos grupos prioritários, que correspondem a mais de 700 mil pessoas
Foto por: Olival Santos
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) inicia no dia 23 a distribuição das doses de vacina contra a influenza para os 102 municípios alagoanos. Após a entrega, as cidades podem iniciar de imediato a vacinação, conforme o que foi acordado com o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems/AL). O Ministério da Saúde irá enviar 748,1 mil doses da vacina para o Estado, para atender aos grupos prioritários, que correspondem a mais de 700 mil pessoas.

Segundo a assessora do Programa Nacional de Imunização (PNI) em Alagoas, Denise Castro, a vacina é destinada a reduzir as complicações na população alvo, além das internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus influenza. Ela alerta que só devem procurar os postos de vacinação as pessoas que integram os grupos prioritários.

“A vacina contra a Influenza tem como público-alvo as crianças de seis meses a menos de cinco anos, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, população indígena, idosos de 60 anos e mais, inclusive institucionalizados, pessoas portadoras de doenças crônicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos, em cumprimento de medidas socioeducativas/privado de liberdade e funcionários do sistema prisional”, informou Denise Castro.

Prevenção – No entanto, segundo a assessora do PNI, para se prevenir da doença basta higienizar as mãos após consumir alimentos e utilizar lenços descartáveis para higiene nasal. Também é necessário usar a face interna do braço ao tossir, para não contaminar as mãos e assim transmitir a doença às demais pessoas. Ela recomenda, ainda, evitar aglomerados de pessoas e deixar os ambientes internos bem ventilados.

“É importante evitar compartilhar copos, talhares ou objetos pessoais e deve-se procurar assistência médica se surgirem sintomas que possam ser confundidos com as infecções pelo vírus influenza. E, aos primeiros sintomas, é necessário procurar uma unidade de saúde”, informou Denise Castro.

Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017