Começa segunda Campanha de Vacinação contra Influenza em Alagoas

Mais de 700 mil pessoas dos grupos prioritários devem se vacinar no Estado.
Foto: Carla Cleto
A Campanha de Vacinação contra Influenza começa na segunda-feira (25) em todos os postos de saúde do Estado, conforme acordado com o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems/AL). O Ministério da Saúde (MS) vai destinar para Alagoas 748 mil doses e, desse montante, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) já recebeu e distribuiu 45%. O restante deverá ser entregue até o dia 20 de maio, quando será encerrada a vacinação.

Mais de 700 mil pessoas dos grupos prioritários devem se vacinar no Estado, conforme informações da Assessoria do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Devem comparecer aos postos de saúde apenas os grupos indicados para receber a vacina, que segundo o MS são crianças de zero a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, idosos a partir de 60 anos, portadores de doenças crônicas, trabalhadores da saúde, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos, em cumprimento de medidas socioeducativas/privados de liberdade, além dos funcionários do Sistema Prisional.

Como as doses da vacina chegaram fracionadas, foram adotados alguns critérios priorizando alguns municípios. Os com mais de dez mil habitantes e com notificação de casos suspeitos ou confirmados receberam 50% do montante.

Nessa situação estão Maceió, Arapiraca, palmeira dos Índios, União dos Palmares, Penedo, Rio Largo, São Miguel dos Campos, Delmiro Gouveia, Coruripe, Santana do Ipanema, Marechal Deodoro e Murici. Receberão também 50%, os municípios com população alvo a vacinar de 3.300 habitantes (47 cidades) e 30% para 43 com população entre 3.300 a 9.141 pessoas.

“A vacinação contra influenza ocorre anualmente e, é a principal medida utilizada para  prevenir a doença, porque pode ser administrada antes da exposição ao vírus. Ela é capaz de promover imunidade durante o período de circulação sazonal do vírus influenza, reduzindo o agravamento da doença”, salientou Denise Castro, ao alertar que “as pessoas que tem alergia a ovo não podem ser vacinadas”.
Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017