Larvicida natural desenvolvido por alunas de Arapiraca será distribuído à comunidade

Larvicida feito à base de Melão de São Caetano, uma erva daninha, e Alecrim, foi desenvolvido pelas alunas Clarice Soares e Vitória Queiroz
Foto por: Valdir Rocha
O combate ao mosquito Aedes aegypti é um dos principais temas discutidos em Alagoas, no Dia Mundial da Saúde. Em Arapiraca, o posto de saúde do Baixão fará, nesta quinta-feira (7), às 18h, várias ações de conscientização sobre as doenças transmitidas pelo mosquito como Dengue, Chikungunya e Zika. Uma delas é a distribuição do larvicida natural desenvolvido por estudantes da Escola Estadual Professora Izaura Antônia de Lisboa.

O larvicida feito à base de Melão de São Caetano, uma erva daninha, e Alecrim, foi desenvolvido pelas alunas Clarice Soares e Vitória Queiroz do Ensino Médio de Arapiraca. O projeto é o único selecionado para representar Alagoas na Expo Milset 2016, Feira Nacional de Ciências e Tecnologia. “Realizamos vários testes nas três fases do mosquito Aedes aegypti: ovos; larvas e pupas. E o larvicida foi eficaz em todas elas”, explica a professora Nadja Alves.

A coordenadora das ações no posto de saúde do Baixão, Liliane Alves, convidou a professora e as alunas para participarem deste importante momento de conscientização. “Esse projeto delas veio a calhar com a nossa proposta. A distribuição do larvicida é o ponto alto das nossas ações, mas precisamos ressaltar que a proliferação tem que ser combatida todos os dias dentro de casa, nos cuidados com água parada e acúmulo de lixo”, conclui.

Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017