PC elucida desaparecimento de jovem e prende homem por homicídio em Arapiraca

 (Fotos: Ascom/PC)
A Polícia Civil de Alagoas, por meio do 52º Distrito Policial (52º DP), informa nesta terça-feira (26), que um homicídio que ocorreu na região do Agreste alagoano está esclarecido, e o acusado do crime foi preso no município de Arapiraca.
Segundo a delegada Tacyane Ribeiro, titular do 52º DP, que investigou os crimes, os policiais civis cumpriram um mandado de prisão preventiva contra Valderez Antônio dos Santos, de 26 anos, conhecido como “Dedê”, acusado de assassinar Gilvânia Matias da Silva, que desapareceu de sua residência no dia 03 de outubro de 2015.
Ao ser ouvido, Valderez assumiu que executou a vítima, a estrangulando. “O homicídio foi motivado porque ele pretendia roubar seu celular, e após o crime, Valderez enterrou o corpo da jovem, no Canavial Vila Bananeira, em Arapiraca”, disse a delegada.
Depois do assassinato, “Dedê” comercializou o aparelho telefônico para um homem identificado como Francisco Viana, o “Tico”. Após terem cometido os delitos, Valderez foi indiciado por latrocínio e ocultação de cadáver e Francisco por receptação. Mandados de prisão expedidos juiz Alfredo dos Santos, da 5ª Vara Criminal de Arapiraca.
A delegada salienta que o acusado responde criminalmente também por ter executado outra jovem no município de Igaci, interior de Alagoas.
 “Valderez é um acusado extremamente perigoso e frio, no decorrer das investigações foi constatado que ele é foragido por ter cometido homicídio no Sítio Ingazeira, localizado na zona rural de Arapiraca. Ele matou uma mulher em Igaci em dezembro de 2012. Após investigações o mandado de prisão foi expedido pelo juiz Ney Alcântara que foi cumprido em fevereiro do corrente ano”, concluiu a delegada.
Por: PC -AL

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017