Acusado de tráfico em São Paulo é preso pela Polícia Civil de Alagoas

(Foto: Dulce Melo)
Uma operação realizada simultaneamente pelas polícias Civil de São Paulo (PC/SP) e Alagoas (PC/AL) prendeu, na manhã desta sexta-feira (5), um homem identificado como Wladimir Ribeiro Brito, de 39 anos, acusado de participação no tráfico de drogas em São Paulo.
 “Wladi” ou “Paulista”, como também é conhecido, foi capturado no Conjunto Residencial Antônio Lins, em Rio Largo. Ele foi apresentado à imprensa, durante a manhã, pelo secretário de Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL), Lima Júnior, e pelo delegado geral da PC/AL, Paulo Cerqueira.
De acordo com o chefe da Polícia Civil alagoana, o pedido de execução do mandado de prisão foi feito pelo Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (DENARC) da PC/SP, que empreendeu a operação de combate ao tráfico de drogas na noite dessa quinta-feira (4). Cerca de 20 pessoas já foram capturadas.
Ainda conforme o chefe da Polícia Civil de Alagoas, Wladimir Brito foi encontrado dormindo na casa da namorada. Ele é apontado pela PC paulista como um dos maiores distribuidores de crack em São Paulo, tendo alcunha de “Rei do Crack”. Brito contou ainda que chegou a Alagoas há oito dias para comemorar o aniversário da companheira.
A PC/AL também revelou um detalhe curioso sobre o acusado: “Paulista” tem um palhaço tatuado no braço direito. No mundo do crime, o desenho simboliza participação em morte de policial.
O mandado de prisão foi cumprido pela Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN), pelo Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre) e pela Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit).
Por: PC / AL

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017