UE do Agreste se prepara para receber nova etapa da ampliação

O hospital permanecerá funcionando o tempo todo
Foto: Adalberto Custódio
A tão sonhada ampliação da Unidade de Emergência Daniel Houly, em Arapiraca, está muito próxima de se tornar realidade. Com as obras em estágio adiantado, o maior hospital de traumas do interior de Alagoas em breve ganhará novos leitos nas áreas de Internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) o que, na prática, irá representar a triplicação de sua capacidade atual.

O maior desafio para a direção da Unidade de Emergência é gerenciar esse momento de transição, uma vez que o hospital permanecerá funcionando o tempo todo. Diante disso, o processo de transferência dos setores vem sendo preparado de forma planejada, articulada e envolvendo todos os setores, a fim de que não haja transtornos aos pacientes e servidores.

De acordo com a gerente geral, Regiluce Santos, os preparativos para a ampliação do hospital não se resumem apenas às mudanças físicas. “Nossa preocupação não é somente com a transferência física dos setores. Estamos preparando todos os nossos profissionais para que cada setor tenha autonomia própria para administrar a mudança”, frisou.

Nesse ponto, o trabalho do Núcleo de Educação Permanente (NEP) da Unidade de Emergência tem sido essencial. O Núcleo vem realizando um trabalho de forma alinhada com todos os servidores, visando estabelecer uma equipe de profissionais com pensamento crítico, capacidade de resolução de problemas, habilidades técnicas - científicas e princípios da humanização, orientadas para a melhoria da qualidade do serviço.

Desde que foi inaugurada, no ano de 2003, o número de atendimentos na Unidade de Emergência do Agreste vem aumentando ano após ano. Em 2015, por exemplo, o hospital atendeu mais de 45 mil pessoas oriundas de mais de 50 municípios alagoanos e até de Estados vizinhos como Pernambuco, Sergipe e Bahia.

Desde a primeira ordem de serviço da obra de ampliação até os dias atuais, o hospital vem se adaptando na forma de manter a excelência do atendimento. Apesar dos transtornos, o Governo do Estado e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) têm contribuído para a prestação de um serviço humanizado e com qualidade.

“Hoje somos referência em Alagoas nos atendimentos de média e alta complexidade. Esse mérito é de cada um dos profissionais do hospital que, com habilidade e paixão, tem contribuído significativamente nessa evolução. Nosso foco agora é tornarmos a Unidade referência em atendimento humanizado e segurança do paciente no nordeste”, finalizou.
Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017