Destino Alagoas está entre os três mais vendidos da operadora CVC

Estado apresenta um fluxo anual médio de mais de 750 mil turistas e possui 19 novos hotéis em construção e prospecção
(Fotos: Jonathan Lins)
A diversidade em atrativos turísticos, aliada à infraestrutura hoteleira e estratégias de divulgação mantém Alagoas em destaque no cenário nacional. Dados da maior operadora de turismo da América Latina, a CVC, acabam de confirmar o destino entre os três mais vendidos do Brasil. O destino ocupa, ainda, a primeira posição em vendas no Booking.com, líder mundial em reservas online de acomodações e destinos.


A notícia foi comemorada pelo governador Renan Filho, em suas redes sociais. “Hoje acordamos com a notícia de que Alagoas está entre os três destinos mais vendidos do país nas principais operadoras do Brasil. Nosso Estado tem praias belíssimas, nossa cultura é rica, nossa culinária saborosa e nosso povo acolhedor. Bom demais! Orgulho de ser alagoano! Continuamos focados em alavancar o turismo”, comemorou Renan Filho.

Conquistas

Atualmente, o Estado apresenta um fluxo anual médio de mais de 750 mil turistas e possui 19 novos hotéis em construção e prospecção. Os números positivos podem ser atribuídos às últimas conquistas, a exemplo dos novos fretamentos alinhados com as operadoras.


Desde setembro, Maceió conta com voos nacionais semanais para São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Belo Horizonte (MG) e Porto Alegre (RS). Os fretamentos internacionais são para Buenos Aires e Córdoba, na Argentina.

Visando à promoção e divulgação do destino, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) participou, recentemente, de eventos que apresentaram os principais atrativos turísticos locais, como a FIT 2016 - Feira Internacional de Turismo da América Latina - na Argentina- e a Abav Expo Internacional de Turismo, em São Paulo. Além disso, mantém um alinhamento com atores importantes do segmento turístico, funcionando como agente catalisadora em medidas fundamentais para o setor.

A captação de novos voos são provenientes, também, da redução do combustível de aviação em Alagoas. A medida, anunciada no mês de julho de 2015, reduz de 17% para 12% a alíquota do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) do querosene de aviação.

Na prática, a regulamentação posiciona Alagoas como um dos estados mais competitivos do país para atração de novos voos, por reduzir a carga tributária para o segmento, uma vez que o custo com o combustível representa 35% do valor gasto pelas companhias, o que acaba determinando a distribuição dos voos pelo país de acordo com a competitividade do ICMS praticado.

Por: Agência Alagoa

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017