Estado segue com obras de reparo e manutenção em mais 70 escolas da rede

Escola Judith Nascimento passa por reformas estruturais.
Fotos: Valdir Rocha
Trabalhando para dar uma estrutura de qualidade para os estudantes da rede pública estadual, o Governo de Alagoas segue reformando 70 escolas do estado. Outras 72 já passaram por esta manutenção.

As obras beneficiam as unidades escolares das 13 Gerencias Regionais de Educação (Geres) distribuídas em todo o estado. Com estas obras, quase 50%, das 317 unidades de ensino estarão reformadas, já que 72 reformas foram concluídas.

Para o governador em exercício, Luciano Barbosa, essas obras dão mais segurança e dignidade aos gestores, professores e principalmente aos estudantes.
 "Devemos pensar na segurança dessas crianças e queremos melhorar a infraestrutura para que escolas não caiam como já ocorreu no passado. Se continuarmos nesse ritmo, talvez consigamos reformar todas as escolas da rede estadual. E é importante dizer que nenhuma obra paralisa o calendário escolar", afirma Barbosa.
 
Uma das escolas em processo de melhoria estrutural é a Escola Estadual Profª Judith Nascimento da Silva, localizada no município de Messias. De acordo com o diretor da unidade, Claudecir Henrique Matias Lins, o prédio, que atende a 1.510 alunos do Ensino Médio, não passava por reformas há 12 anos, desde que foi inaugurado.
“A oportunidade de ter uma escola reformada é muito proveitosa. A comunidade estava sentindo falta da atenção do governo e, com essa gestão, finalmente fomos contemplados. Para fornecermos uma educação de qualidade, temos que ter uma estrutura de qualidade, e, com essa reforma, poderemos ofertar isso aos nossos alunos”, afirma Lins.

Obras - O gestor da escola explica ainda que, por meio da reforma, que está entre as novas 70 licitações realizadas pelo Governo do Estado, a unidade será retelhada e receberá reparos em sua estrutura elétrica e hidráulica, pintura,  gesso nos tetos,  reforma do auditório, instalação de novos ares-condicionados e novas lousas escolares.

“Além dessas melhorias todas, a Secretaria [da Educação] também dará continuidade à construção do nosso ginásio de esportes. A obra estava parada desde 2012 e, com a retomada, os alunos estão muito empolgados, pois não precisaremos ir para o ginásio do município”, explica o diretor da Judith Nascimento da Silva.

A informação é confirmada pelo superintendente de Engenharia da Seduc, Djaci Magalhães.

"A fundação do local já havia sido executada, mas estudos do terreno apontaram a necessidade de reforço da estrutura. Como a empresa responsável havia paralisado a obra em 2012, nós fizemos o projeto de reforço da fundação e negociamos a retomada dos serviços", justificou.

Conscientização - Os integrantes do grêmio estudantil da escola garantem que a reforma é essencial, mas ressaltam a importância da conscientização dos alunos em preservar a estrutura do prédio. Eles afirmam que um processo de conscientização e pertencimento está sendo realizado na unidade.
“Não adianta só reformar o prédio. A escola é nossa, temos que cuidar dela e ter consciência da preservação. Antes tínhamos problemas com iluminação precária, infiltração, falta de carteiras escolares, mas, agora, tudo isso vai mudar. Temos um bom espaço, laboratórios de informática, de ciências, local para leitura, só estávamos precisando da reforma para as coisas melhorarem”, explica a estudante da 2ª série do Ensino Médio, Adriely Peixoto.
Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017