Unidade de Emergência do Agreste terá centro para tratamento a vítimas de AVC

Previsão é de que, até o fim deste mês, o governo estadual promova a inauguração das obras de triplicação e modernização da UE do Agreste, em Arapiraca
Fotos: Davi Salsa
A saúde dos usuários do Sistema Único de Saúde que vivem em Arapiraca e mais 45 cidades do Agreste, Sertão e Baixo São Francisco está sendo tratada com muita atenção e compromisso pelo Governo de Alagoas. Como parte do projeto de triplicação dos leitos e do atendimento na Unidade de Emergência Doutor Daniel Houly (UEDH), o estabelecimento terá um moderno centro para tratamento de pessoas vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Nesta sexta-feira (9), a assessora-técnica da Superintendência de Média e Alta Complexidade da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Claudia Medeiros, esteve na UE do Agreste, com a diretora-geral da unidade, médica Regiluce dos Santos, para acompanhar o andamento das obras de ampliação do prédio que está passando por reformas em sua estrutura física e recebendo novos e modernos equipamentos.

O Governo de Alagoas está triplicando a quantidade de leitos de enfermaria. Atualmente são 40 e passará para 120, além de garantir a ampliação da área de UTI, que atualmente conta com sete leitos e implantará mais 13, passando para 20. A área destinada às vítimas de AVC contará com 10 leitos, descentralizando o serviço do Hospital Geral do Estado, em Maceió.
De acordo com a diretora-geral da Unidade de Emergência Doutor Daniel Houly (UEDH), médica Regiluce dos Santos, o centro para tratamento de pessoas vítimas de Acidente Vascular Cerebral contará com profissionais especializados, Centro Cirúrgico, salas de UTI e modernos equipamentos, como cardioversores, desfibriladores, monitores, ventiladores mecânicos, aparelhos de anestesia, endoscópio, bisturis elétricos, entre outros aparelhos de uso médico. Regiluce dos Santos adiantou que a chegada do serviço para tratamento de pessoas vítimas de AVC vai permitir um reforço na humanização no tratamento dos pacientes e um atendimento seguro e ágil à população da 2ª Macrorregião de Saúde.

Ela esclareceu que a obra está modificando o perfil da Unidade de Emergência do Agreste, que passará a ser um hospital de grande porte para tratar os casos de traumas e doenças correlatas. Ainda na UE do Agreste, o governo já instalou um novo e moderno tomógrafo, que tem capacidade de realizar 50 exames por dia. O equipamento está em fase de testes, incluindo a capacitação dos profissionais para operar a máquina na realização dos exames em pacientes que serão atendidos na unidade.

A previsão é de que, até o fim deste mês, o governo estadual promova a inauguração das obras de triplicação e modernização da UE do Agreste, em Arapiraca.

Por: Agência Alagoas 

Compartilhe :

veja também

últimas notícias


Entre em contato

ara.noticia@hotmail.com


www.aranoticia.com - Todos os direitos reservados. © 2017